top of page
Buscar

Programa de Talentos

Planejamento da prática: A preparação para o mercado de trabalho é um desafio constante vivenciado pelas escolas, pois a formação profissional demanda o desenvolvimento de competências e capacidades específicas. Nas organizações, tem-se observado uma nova tendência na gestão de pessoas, voltada à identificação de soft kills, ou seja, habilidades interpessoais indispensáveis à constituição de um sujeito capaz de se relacionar bem consigo mesmo, com os outros e com o ambiente no qual está inserido. Os conhecimentos técnicos e as particularidades de cada função são instrucionais e treináveis e, desta forma, demandam das organizações programas especiais de desenvolvimento e capacitação dos colaboradores. Com vistas ao desenvolvimento contínuo de um profissional capaz de se adaptar às necessidades do mercado e aprimorar suas soft kills, o Senac Ijuí, em parceria com o Sindilojas local, está promovendo o Programa de Talentos, a fim de identificar alunos dos cursos de Aprendizagem Profissional e Cursos Técnicos para desenvolvê-los a partir das propostas educacionais do Senac ou de outras plataformas online e de feedbacks individuais com os alunos e, posteriormente, mediar sua inserção no mercado de trabalho. Os alunos que concluírem o Programa de Talentos recebem ao final uma declaração (conforme modelo em anexo), ao mesmo tempo em que tem o seu currículo encaminhado ao Sindilojas para análise e possível inserção no mercado de trabalho.


Execução da prática: A intencionalidade do programa de talentos é desenvolver pessoas que demonstrem perfil para atuar nas empresas locais nos segmentos de bens, comércio, serviços e turismo, por meio das seguintes estratégias: a) Identificar perfis profissionais para vagas específicas dos associados do Sindilojas de Ijuí (RS). b) Desenvolver os alunos de acordo com os programas educacionais ofertados pelo Senac Ijuí (RS) e feedbacks dos docentes, com base nos talentos identificados. c) Mediar junto ao Sindilojas a inserção profissional do jovem no comércio local. Inicialmente o Programa de Talentos foi apresentado para todas as turmas em andamento, selecionando individualmente os participantes. Num segundo ciclo percebeu-se a necessidade de identificar os perfis por meio da avaliação 180°, na qual o docente conversa com o aluno trazendo seus pontos fortes e oportunidades de melhorias, assim como também recebe feedbacks sobre o planejamento das aulas e metodologias educacionais. O Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) constitui-se numa planilha do excel, a qual embasa de forma estratégica os registros docentes. Durante o processo avaliativo são consideradas as competências técnicas do aluno, a colaboração e a visão sistêmica, o comprometimento, a vitalidade e adaptabilidade, a criatividade e inovação, o foco no cliente e a inteligência emocional. Para cada parâmetro sugerido a priori, o aluno recebe uma escala qualitativa e um status de atividade. O PDI sugere o aprendizado contínuo do participante, indicando possibilidades educacionais por meio de feedbacks, leituras e até mesmos cursos da programação do Senac, ou de plataformas onlines. Os resultados atingidos são analisados e registrados junto aos alunos, no formato de avaliação de desempenho.


Verificação da prática: O processo de avaliação discente é compreendido, nessa proposta, pela sua continuidade e flexibilidade, levando em consideração a evolução do aluno e os aspectos mais relevantes do seu desenvolvimento. Nesse sentido, a avaliação deixa de ser uma metodologia abstrata e passa a ser uma proposta de ação-reflexão-ação vinculada ao diagnóstico intermitente. O Programa de Talentos aborda o registro eficiente e adaptável, por meio de um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) para acompanhar a progressão das competências discentes, estabelecendo ainda um framework com formações previstas na programação do Senac Ijuí. Após o segundo ciclo da prática, percebeu-se que ainda há uma necessidade de aumentar a adesão ao programa, sendo necessário fazer um novo alinhamento com os docentes para que eles possam, por meio da avaliação 180º, identificar os perfis e convidar os alunos. Da mesma forma, há necessidade de capacitação dos professores sobre o programa e quanto à construção do PDI.


Aprendizado da prática: Após o segundo ciclo da prática identificou-se a necessidade de reunião com o grupo gestor da escola e coordenação da Aprendizagem Profissional para apontar melhorias. Chegou-se então, à necessidade de promover a avaliação 180º aos alunos de todas as turmas de Aprendizagem e técnicos em andamento e, durante esse momento, convidar aqueles que mais se destacam e apresentam perfis específicos para vagas dos setores administrativo ou de vendas. Na oportunidade, também foi identificada enquanto melhoria, a proposição de cursos no formato online de outras plataformas educacionais, além da programação de cursos do Senac Ijuí, visto que assim poderíamos ampliar o leque de possibilidades educacionais e inserir no programa alunos que por algum motivo não poderiam se deslocar até a escola para realizar cursos presenciais. 6- Apresentar o impacto da prática /case nos Resultados quantitativos. A prática do Programa de Talentos foi pensada para atender a demanda de mão de obra qualificada do Sindilojas local, frente aos desafios que o mercado de trabalho enfrenta nos dias atuais. Os resultados obtidos com a prática indicam um percentual de 87,5% de efetivação dos alunos indicados, e de 80% de indicação para o Sindilojas dos participantes do Programa.



NOME DO RESPONSÁVEL: Paulo Ricardo Krüger Júnior

EMAIL: pkjunior@senacrs.com.br



Programa de Talentos
.xlsx
Download XLSX • 111KB



4 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Aluno VIP

bottom of page